Atuação marista na Região Amazônica

A atuação marista na Amazônia está presente nas cidades de Boa Vista, no estado de Roraima; Manaus, Tabatinga e Lábrea, no estado do Amazonas; Porto Velho, em Rondônia; e Cruzeiro do Sul, no Acre. Atualmente, 19 Irmãos Maristas e uma Leiga missionária atuam em escolas e universidades conveniadas e estão à frente de projetos que visam a formação de lideranças, inserção em comunidades Indígenas, Pastoral, Animação Vocacional e voluntariado.
 
Há quase 50 anos, os Irmãos e Leigos(as) Maristas atuam em escolas públicas ou em escolas comunitárias, pertencentes às Igrejas locais e conveniadas com o Estado. A presença marista percorre comunidades nativas, regiões ribeirinhas e a imensidão de rios, lagos e florestas desse riquíssimo universo de biodiversidade.
 
A atuação mais significativa se dá no campo da educação popular e na inserção pastoral na realidade nativa. Com ações formativas, educativas e proféticas, Irmãos e Leigos/as são sinais da presença de Jesus Cristo, Maria e Champagnat para os povos da Região. Em sintonia com a Igreja da Amazônia, buscam uma ação inculturada em meio às crianças, jovens e famílias, preservando seus valores, superando limitações, defendendo a vida em plenitude em todas as suas formas.
 

Maristas unidos em missionariedade

A missão conduzida pela Rede Marista/Província Marista Brasil Sul-Amazônia, é compartilhada com Irmãos das demais Unidades Administrativas do Brasil e da América Latina. Geograficamente a Região Amazônica é conhecida como Panamazônia ou Amazônia Continental, e compreende 9 países. Ali se encontram também as missões das Províncias Maristas Norandina e Santa Maria de los Andes.  
 
No Brasil, parte da Amazônia faz parte da Província Marista Brasil Centro-Norte. A parte amazônica da Rede Marista é conhecida como Amazônia Ocidental. No entanto, no atual contexto planetário, a Amazônia tem sido olhada em seu conjunto e a região pertencente à Rede Marista tem participado de espaços de reflexão e atuação que visam a Amazônia em seu conjunto. Isso tem promovido um melhor intercâmbio e relacionamento entre as Unidades Administrativas Maristas presentes na Região ou que se interessam pelas temáticas amazônicas no contexto internacional.
 

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.