Encontro qualifica a preservação do patrimônio marista

Entre 20 e 22 de novembro, a Casa Marista da Juventude (Caju) recebeu o 3º Encontro de Coordenadores de Centros, Museus, Historiais e Memoriais do Brasil Marista. O evento reúne representantes das três unidades administrativas brasileiras – Rede Marista, Grupo Marista e Marista Centro-Norte– bem como da Argentina, do Chile e da União Marista do Brasil (Umbrasil). O encontro qualifica a preservação do patrimônio histórico e espiritual marista, promovendo a troca de experiências entre profissionais da área. A programação contou com debates e apresentações de iniciativas, projetos e processos, seguindo a premissa de partilhar para construir coletivamente.  


Representantes se reuniram na Caju, em Porto Alegre (RS)

A iniciativa segue em sintonia com os esforços da Rede de Centros de Memória Marista, criada em 2016 para possibilitar ações conjuntas que buscam a guarda, a gestão e o compartilhamento de informações dos bens históricos constituídos nos últimos 200 anos. O projeto é idealizado pelo Instituto Marista e conta com o Brasil como ponto inicial para integrar as experiências existentes na Região América Sul.

Débora de Oliveira, assistente de biblioteca da Sede Marista, explica que cada unidade representativa terá uma comissão para elaborar suas respectivas Políticas de Acervo, levando em consideração suas necessidades específicas e os pontos em comum identificados durante o encontro. Para ela, os três dias na Caju foram muito importantes pela oportunidade de partilha. “Pudemos conhecer um pouco mais sobre a realidade dos nossos colegas, suas dificuldades enfrentadas e superadas e as ações significativas para a divulgação e preservação da memória marista”, avalia.