Evento apresenta ações realizadas a favor de crianças e adolescentes

No dia 11 de outubro, representantes da PUCRS, Hospital São Lucas, InsCer e membros das Instâncias Corporativa e Canônica da Rede Marista conheceram a proposta do Centro de Referência em Pesquisa e Formação Interdisciplinar sobre Criança e Adolescente. O encontro foi realizado na Fundação Irmão José Otão (Fijo), localizada na própria Universidade. O Centro visa promover a pesquisa interdisciplinar,bem como fortalecer e conscientizar os futuros profissionais e cidadãos sobre a importância de cuidar das Infâncias e da Juventude.A previsão é que as atividades iniciam a partir de março de 2018.

O Reitor da PUCRS, Ir. Evilázio Teixeira, abriu o evento destacando que este é um momento histórico para Rede Marista. Falou ainda que estávamos diante do lançamento de "um grande projeto institucional que transcende a Universidade e busca trazer um olhar mais sistêmico e estratégico para a questão do Direito da Criança e do Adolescente". Em sua fala, eleainda destacou que estará à disposição para contribuir e promover essa iniciativa nosâmbitosnacional e internacional, sendo a busca por uma sociedade justa e fraterna uma das causas que a PUCRS sempre estará atenta. 


Evento mostrou algumas das atividades realizadas na área
 

Em seguida,o Coordenador da Assessoria de Proteção à Criança e ao Adolescente da Rede Marista, Ir. Sandro Bobrzyk, trouxe um pouco sobre o histórico das ações que a instituição vem realizando nessa área. A demanda teve início em 2010, no Conselho Geral do Instituto Marista – órgão central que define o posicionamento mundial da instituição. Desde então, foram realizadas inúmeras atividades de formação, seminários e palestras,que culminaram no lançamento de uma Política Institucional de Proteção à Criança e ao Adolescente. “A ideia é potencializar cursos de extensão, especialização e ser referência quando o assunto for criança e adolescente”, explicou o Ir. Sandro.

Na sequência,foram apresentadas projetos e pesquisas que já são realizados na Escola de Medicina, Escola de Humanidades, Faculdade de Odontologia e Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS.Entre os exemplos, estão as mais de 7500 atividades realizadas em 2017 direcionadas a crianças e adolescentes que necessitavam de cuidados odontológicos. Além disso, algumasaçõesdesenvolvidas pela Universidade foram implementadas em outros países, como o Projeto VIVA (Vida e Violência na Adolescência),que acontece em Honduras. Outras atividades contam com o apoio internacional de instituições globais que se preocupam com a causa.

No encerramento do evento,o Ir. Lauro Hoschscheidt, que assume interinamente a presidência da Rede Marista durante o XXII Capítulo Geral,comentou que os trabalhos e as propostas apresentadas foram uma “oportunidade de partilhar e buscar sinergia, bem como a integração de trabalhos ou projetos feitos a favor da defesa à Criança e ao Adolescente em todos os nossos empreendimentos”. Ao final,todos os participantes foram presenteados com a Política Institucional desenvolvida e com um exemplar do Estatuto da Criança e ao Adolescente para inspirar novas ações e projetos.