Verónica Rubí, presença significativa na Amazônia

A Leiga Verónica Rubí é um exemplo de amor à missão marista. Nascida em Mar del Plata, na Argentina, ela é movida por um coração sem fronteiras e há cerca de duas décadas se dedica a experiências missionárias e de voluntariado. Sua trajetória começou quando jovem, junto a comunidades rurais e indígenas em seu país de origem. “Essas vivências foram modelando meu coração até eu descobrir que estava disposta a destinar minha vida à missão”, relembra. Após nove anos na Argentina, atuou por outros sete em Moçambique. Hoje, ela faz dos rios e igarapés da Região Amazônica seus caminhos de missão.

Verónica integra a Comunidade Internacional Marista localizada em Tabatinga (AM) desde 2014. Além de atuar junto às comunidades indígenas e ribeirinhas, ajuda a combater o tráfico de pessoas e a exploração sexual na tríplice fronteira entre Brasil, Peru e Colômbia. “Somos chamados a cuidar da generosidade da Amazônia, a estabelecer relações de respeito e carinho com todos que aqui habitam, a defender a vida em todas as suas expressões, como cúmplices do sonho de Deus para a humanidade”, exalta a missionária.

Verónica é acolhedora nas palavras, simples e doce em cada gesto. Inspirada pela grandiosidade da natureza, é presença significativa e cuida das pessoas na Amazônia. Seu envolvimento é uma inspiração para todos que dão continuidade ao sonho de Champagnat.  É por isso que sua trajetória é uma das quatro histórias que materializam o conjunto da atuação da Rede Marista.

Porque Verónica promove a vida através do amor ao próximo. Isso é ser marista.


Conheça histórias de quem atua em outras áreas da Rede Marista:

- Vera Pereira e Gleen Eduards | Educação e Social

- Alexander Sapiro | Saúde