Projeto Mala de Memórias

A ligação dos Irmãos Maristas com suas bagagens é simbólica. Elas representam a disponibilidade do consagrado de se deslocar para onde seu trabalho é necessário, levando o carisma de Champagnat para os cinco continentes. Com isso em mente, a equipe do Centro de Patrimônio e Espiritualidade Marista (Cepem) criou, em 2017, o projeto Mala de Memórias, exposição itinerante e colaborativa que ajuda a contar a trajetória da instituição por meio de objetos que fizeram parte do cotidiano nos empreendimentos.

A ação tem como objetivo valorizar a identidade e as memórias da Rede Marista. Educadores, estudantes, colaboradores, Leigos(as) e Irmãos são convidados a refletir sobre a identidade do Instituto, construindo conhecimentos a partir de partilhas do passado. Dessa forma, a iniciativa valoriza as pessoas que dão continuidade à missão, reconhecendo-as como protagonistas da história marista.

As malas vêm percorrendo as unidades e comunidades da Província desde 6 de junho, Dia de São Marcelino Champagnat, e continuarão circulando até o fim do ano – em celebração à data e ao bicentenário de fundação do Instituto.