Memorial homenageia o legado marista em Camaquã

Na sexta-feira, 18 de agosto, foi inaugurado o memorial em homenagem à atuação marista na cidade de Camaquã, no Rio Grande do Sul. Surgida a partir do gesto espontâneo de um grupo de ex-alunos do antigo Colégio Marista São José, a iniciativa perpetua uma trajetória de 40 anos voltada à educação evangelizadora. A cerimônia ocorreu no prédio em que a escola funcionou entre 1960 e 2000 (hoje sede da Secretaria Municipal Especial da Mulher, do Trabalho e Desenvolvimento Social) e contou com a presença de autoridades do município, ex-alunos, antigos professores, colaboradores maristas e dos Irmãos Narciso Camatti, Paulo Lorenzoni, Herbert Wildner e Modesto Piva – os dois últimos ex-diretores do Colégio.

Anorival Nunes, um dos organizadores do memorial, conta que a ideia surgiu após visitas à Casa São José, em Viamão, que recebe Irmãos que já não exercem atividades em espaços de missão marista. “Tive o privilégio de conviver com os Irmãos por 11 anos, formamos um grande elo de amizade e companheirismo. Com o apoio da Secretaria, que nos cedeu uma sala para reuniões, iniciamos as pesquisas para homenagear aqueles que compartilharam tantos conhecimentos conosco”, explica.


Participantes relembraram os tempos do Colégio Marista São José

Gabriela do Carmo, museóloga e integrante do Centro de Patrimônio e Espiritualidade Marista (Cepem), esteve no evento. Como profissional que trabalha diretamente com a preservação histórica, ela se diz emocionada com a inauguração. “Fiquei sensibilizada com esta iniciativa espontânea e genuína que não só demonstra carinho e gratidão pelos Irmãos, mas também vai ao encontro do nosso trabalho de valorização das memórias maristas”, pontua.

O memorial está instalado em uma sala da Secretaria Especial da Mulher, do Trabalho e Desenvolvimento Social de Camaquã, localizada na Rua João de Oliveira, 55, Bairro Centro. 

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.